TRC enfrenta alta generalizada nos preços de insumos

O transporte rodoviário de cargas (TRC) enfrenta uma alta generalizada dos preços dos insumos utilizados. O DECOPE/NTC registrou no ano de 2021 (e nos últimos 12 meses) uma inflação média para os serviços de transporte de cargas fracionadas de 18,0%.

Os estudos da NTC também ressaltam que o percentual apresentado é apenas de inflação e não reflete a defasagem do frete que ainda persiste e se agravou durante a Pandemia em 2020.

O desafio do TRC foi pouco diferente dos demais setores, pois, assim como os setores de saúde, segurança pública e alimentício, ele também não pôde parar. E, teve que continuar operando com 40% a menos de carga, tendo que enfrentar dificuldades do tipo: Pagamento dos Custos Fixos, cumprimento de prazos, o custo do retorno vazio, descompasso no fluxo de caixa, aumento da inadimplência, o esgotamento da capacidade dos terminais entre outras.

Veja o estudo completo aqui.

FONTE: Frota&cia, com informações da NTC – https://www.frotacia.com.br/trc-enfrenta-alta-generalizada-nos-precos-de-insumos/

Fechar Menu