Setor de implementos recua 10,6% em outubro e aguarda resultados da Fenatran

Outubro registrou nova queda nas vendas de implementos rodoviários no Brasil. O recuo foi de 10,6% na comparação com setembro. Ou seja, o setor vendeu 11.906 equipamentos no último mês, ante 13.322 unidades entregues no período anterior.

De acordo com a Anfir, que representa o setor, os empresários aguardaram a Fenatran, maior feira de transportes e logística da América do Sul, para comprar com melhores condições. A feira começou nesta segunda-feira (7) e fica aberta até a próxima sexta-feira (11) no São Paulo Expo, no km 1,5 da Rodovia dos Imigrantes, na cidade de São Paulo.

Seja como for, o resultado mensal também contribuiu para a retração de 3,95% no acumulado do ano. Nesse sentido, nos 10 meses acumulados de 2022, a indústria faturou 128.940 unidades. Enquanto isso, no mesmo período no ano passado, o mercado absorveu 134.241.

Presidente da Anfir, José Carlos Sprícigo, ainda diz que a queda nas vendas durante o ano está relacionada ao aumento nas vendas do implemento 4º eixo. O produto, lançado no início deste ano, chegou como um substituto eficaz do bitrem. Com isso, o setor trocou duas composições por uma. E o impacto foi a redução nos emplacamentos.

“Porém, estamos satisfeitos com o resultado nas vendas dessa nova configuração de 4º eixo. Esperávamos vender durante o primeiro ano do produto, contados a partir de abril, cerca de 6 mil unidades. Entretanto, de abril até outubro, o setor já faturou mais de 5 mil unidades. Ou seja, em apenas seis meses”.

Anfir na Fenatran
Segundo Sprícigo, este ano a entidade está sendo representada na feira por 50 associados em uma área de 13 mil m². E a expectativa é que bons negócios sejam realizados.

“Além de bons descontos, os associados também preparam condições especiais de pagamento. Acredito que será interessante fazer negócio na feira. Ademais, há muita novidades relacionadas à tecnologias e serviços. E com certeza o cliente se sentirá atraído”, avalia Sprícigo.

Além disso, a entidade estima boas vendas para o mercado externo, por meio da rodada de negócios. Evento promovido pela Anfir, com o objetivo de incentivar as exportações. Nesse sentido, são esperados importadores de 10 países.

Sobre novidades, Sprícigo diz que o transportador vai encontrar equipamentos com tecnologia de eletrificação, bem como painéis fotovoltaicos. Assim como ABS e suspensão pneumática. E também serviços ligados à telemetria e gestão.

Contudo, apesar de essa nova geração de implementos contar com mais tecnologias embarcadas, o setor não sofre os impactos relacionados à falta de componentes como chips, por exemplo. Em outras palavras, quem adquirir um implemento na Fenatran deve recebê-lo entre 60 e 90 dias, dependendo do modelo.

Fechamento do ano no setor de implementos
Seja como for, a Anfir espera que este ano ocorra pequena retração frente ao ano de 2021. Nesse sentido, enquanto o ano passado encerrou com 163 mil unidades, em 2022, estima-se fechar com 160 mil implementos emplacados.

Fonte: Estadão – https://estradao.estadao.com.br/caminhoes/setor-de-implementos-recua-106-em-outubro-e-aguarda-resultados-da-fenatran/

Fechar Menu