“Nós vamos ser uma das cinco economias mais fortes do mundo”, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira (26) que, nos próximos anos, o Brasil estará entre as cinco maiores economias do mundo. A fala foi feita no evento SENAI CIMATEC, em Salvador.

“Nós só temos que confiar em nós mesmo, e o nosso presidente tem dado esse exemplo de altivez e confiança”, completou o ministro.

Durante a palestra, Paulo Guedes ressaltou ainda a recuperação economia brasileira após a pandemia da Covid-19.

Guedes citou os erros de projeção do Fundo Monetário Internacional (FMI) para o PIB do Brasil em 2020.

“O FMI fez a projeção que o PIB brasileiro ia cair 9,7%. Eu discordei, chamei a atenção que nós somos organismos vivos, que os modelos perdem aderência quando há muita incerteza e grandes mudanças, como as que estavam acontecendo. Pedi a eles com humildade, o FMI ficou com a previsão que tinha”, afirmou o ministro.

Guedes reiterou que a economia brasileira caiu apenas 3,9%, uma queda menos acentuada que países como Itália, França, Reino Unido, que observaram uma queda maior que o Brasil, segundo o ministro.

Paulo Guedes voltou a chamar de “narrativa política” os erros de previsão econômica para o Brasil durante o governo Bolsonaro.

“Nosso governo foi atacado de manhã, de tarde, e de noite, durante três anos e meio, são narrativas políticas. É a crise de abstenção de quem não está no poder, depois de trinta anos no poder.”, disse Guedes. O ministro pediu que “observem os fatos”.

“Primeira observação que eu faria é a seguinte: não acreditem em narrativas políticas. Confiem no Brasil, apostem no Brasil, observem os fatos. Um trimestre de deflação, a maior deflação da história, três meses seguidos de deflação, ao mesmo tempo o crescimento sendo revisto para cima o tempo inteiro.”, disse Guedes.

Fonte: CNN – https://www.cnnbrasil.com.br/business/nos-vamos-ser-uma-das-cinco-economias-mais-fortes-do-mundo-diz-guedes/

Fechar Menu