Infraestrutura rodoviária no Mato Grosso do Sul terá reforço de R$ 160 milhões em obras

Infraestrutura rodoviária no Mato Grosso do Sul terá reforço de R$ 160 milhões em obras

Duas ordens de serviço assinadas pelo Governo Federal, através do Ministério da Infraestrutura, vão garantir um reforço de aproximadamente R$ 160 milhões em obras necessárias para o transporte rodoviário no Mato Grosso do Sul. Uma delas, que permite as obras da Travessia Urbana de Dourados, na BR-463/MS, vai melhorar o acesso ao aeroporto regional da cidade.

Demanda antiga da população da região, a obra de R$ 41,4 milhões vai eliminar pontos críticos em trecho com extensão total de 5,5 quilômetros com prazo estimado de 18 meses. O projeto prevê a construção de dois novos viadutos – um deles no acesso ao terminal aéreo –, implantação de uma nova pista e de retornos nas proximidades dos bairros adjacentes, além da separação dos sentidos de tráfego com barreiras de concreto (New Jersey).

Já a segunda ordem de serviço garante a elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia, bem como a execução das obras de implantação e pavimentação, de 55,53 quilômetros do Lote 4 da BR-419/MS. O investimento do Governo Federal será de R$ 118.581.850,10 e a previsão de conclusão é em 2023. A obra atende a todas as componentes ambientais, o que é fundamental à preservação do bioma pantaneiro.

O lote fica entre os municípios de Rio Verde de Mato Grosso e Jardim. O segmento é de extrema importância para o Mato Grosso do Sul e viabiliza o escoamento da produção para o mercado nacional, além de encurtar o acesso à ponte do Porto Murtinho, que ligará o estado ao Pacífico.

Ambas as ordens de serviço foram assinadas pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante evento para entrega das obras de reformulação do Aeroporto de Campo Grande (MS). “Duplicamos a capacidade do Aeroporto de Campo Grande, estamos melhorando a trafegabilidade de rodovias federais que cortam o estado, as quais registram intensa movimentação de carga, criando rotas de integração para o transporte intermodal”, afirmou.

VISTORIA – Antes do evento no aeroporto, o ministro sobrevoou de helicóptero e, em seguida, vistoriou nesta segunda-feira as obras de pavimentação da BR-419/MS, em Rio Negro, município a 144 km da capital e que se destaca pela vigorosa produção agropecuária e por suas diversas cachoeiras.Ele estava acompanhado da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina; do governador do estado, Reinaldo Azambuja; e do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho.

Com investimento de R$ 143.897.847,54, o contrato para a elaboração de projetos e execução das obras de implantação e pavimentação do Lote 1 da BR-419/MS foi assinado em setembro de 2017. Ao todo, serão construídos 52,5 quilômetros de rodovia e 11 pontes, que interligarão a BR-163/MT, em Rio Verde, à MS-080, em Rio Negro. Foram investidos R$ 104,8 milhões nos primeiros 35 quilômetros de pavimentação já entregues pelo Governo Federal. Equipes do Dnit avançam agora para concluir, até o fim do ano, mais 11 quilômetros de estrada asfaltada e três pontes, o que resultará em 88% dos serviços executados.

Conforme o ministro Tarcísio, os serviços em andamento e a expansão das obras na BR-419, “vão fazer a diferença para todos os setores: turismo, setor mineral e agronegócio, com 100km de economia de percurso. Movimento vai aumentar bastante naquela região, a estrada vai trazer prosperidade”.

FONTE: Ministério da Infraestrutura – https://www.gov.br/infraestrutura/pt-br/assuntos/noticias/infraestrutura-rodoviaria-no-mato-grosso-do-sul-tera-reforco-de-r-160-milhoes-em-obras

FOTO: Ricardo Botelho/MInfra

Fechar Menu