Estudo da ABCR mostra impacto da pandemia nas concessões de rodovias

Estudo da ABCR mostra impacto da pandemia nas concessões de rodovias

De acordo com Relatório Anual da ABCR 2020, o impacto da pandemia do coronavírus fez com que as concessionárias de rodovias tivessem um faturamento bem abaixo da expectativa. No entanto, os dados também revelam como o serviço foi mantido, especialmente para caminhoneiros, que realizavam o abastecimento essencial do país.

Com isso, a pesquisa mostrou que o efeito da crise sobre a receita bruta das concessionárias associadas foi superior a R$ 1,3 bilhão em 2020. Dessa forma, correspondendo um recuo de 21,4% na receita. Esse resultado foi provocado pela redução inicial do tráfego entre março e junho de 2020.

O Índice ABCR de março/20, medido em conjunto com a Tendências Consultoria, apontou queda de 18,4% do fluxo de veículos, enquanto o de abril chegou ao mais baixo nível já registrado nos 20 anos da série histórica: queda de 43,8%, se comparado com o mesmo período de 2019. Já o balanço total do ano de 2020, apurado em janeiro de 2021, contabilizou redução de 13,9% no fluxo de veículos em doze meses.

“O ano de 2020 foi marcado por momentos dramáticos relacionados à crise sanitária e econômica provocadas pela pandemia de Covid-19. As concessionárias também foram afetadas, mas, mesmo assim, se mobilizaram rapidamente para manter as estradas funcionando e dando apoio aos caminhoneiros para que não ficassem sem serviços mecânicos e de alimentação”, afirma Marco Aurélio Barcelos, diretor presidente da ABCR.

FONTE: Frota&cia – https://www.frotacia.com.br/estudo-da-abcr-mostra-impacto-da-pandemia-nas-concessoes-de-rodovias/

Fechar Menu